5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada (e economizar tempo!)

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada (e economizar tempo!)

A gente quer melhorar nossa alimentação, ter uma alimentação mais saudável, mas muitas vezes esbarramos no quesito tempo! Por causa da nossa rotina, às vezes, fica difícil nos alimentarmos bem, principalmente quando o assunto é salada! A salada demanda um pouquinho mais de tempo o que, no dia a dia, pode se tornar um empecilho. Levar salada na marmita então, dá aquele trabalho!

Que tal você separar um tempinho no fim de semana para organizar sua salada para a semana inteira?

A vantagem é que, mesmo que lhe tome um pouco de tempo do seu fim de semana, você não precisará se preocupar ao longo da semana com isso. Além de que com as hortaliças já higienizadas, fica mais fácil e rápido preparar aquela salada que geralmente deixaríamos pra lá, porque exigiria muito tempo!

Eu te ajudo, vamos lá!

5 Passos simples para organizar e levar sua salada na marmita

1º passo: A escolha das hortaliças

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada - 1º passo: a escolha das hortaliças

Na hora de comprar as hortaliças, prefira as folhas mais verdes e mais resistentes ao se pegar e com o caule mais espesso. Folhosos que apresentam talos mais finos, como agrião e rúcula, tem menor durabilidade, já couve, acelga e almeirão tem uma durabilidade maior.

Evite verduras com folhas amareladas, pois podem indicar que ficaram expostas ao frio intenso ou estão velhas, ou com furos, pois indicam propagação de larvas ou fungos.

Quanto aos legumes, de preferência aos íntegros e mais firmes. Evite legumes murchos, amassados ou “machucados”. Outra dica é você sempre comprar alimentos da época, pois eles são mais nutritivos, saborosos e têm o custo mais baixo.

2º passo: Lavagem e higienização

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada - 2º passo: lavagem e higienização

Agora que já compramos nossas hortaliças, temos que lavá-las e higienizá-las!

Todas as hortaliças que vamos utilizar na forma in natura (crua), com casca e/ou sem sofrer tratamento térmico (cozinhar ou assar), devem ser higienizadas para evitarmos uma possível infecção alimentar.

E devemos fazer isso da seguinte forma:

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada - Lavar e higienizar

1. Selecione as hortaliças, retirando as partes deterioradas e sujidades;

2. Lave folha por folha, legume por legume, fruta por fruta em água corrente, retirando os resíduos com as mãos e quando necessário utilize uma escova macia específica para isso;

3. Prepare uma solução clorada misturando 1(uma) colher de sopa de água sanitária para cada litro de água ou utilizando hipoclorito de sódio, de acordo com as recomendações do fabricante;

4. Coloque as hortaliças e frutas na solução clorada e deixe por 15 minutos;

5. Enxague uma a uma, em água corrente, todas as verduras, legumes e frutas.

ATENÇÃO: Caso você utilize a água sanitária para higienizar as hortaliças e frutas é importante observar se consta no rótulo a descrição de que pode ser utilizada para alimentos, pois nem toda água sanitária pode ser utilizada para este fim!

3º passo: Armazenamento

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada -

As hortaliças higienizadas durarão mais tempo na geladeira, de 3 a 5 dias, dependendo da hortaliça, mas para isso elas devem estar bem secas.

Para seca-las utilize papel toalha ou, no caso das verduras, pode-se utilizar uma centrífuga para folhosos.

Escolha um pote, pode ser de plástico ou vidro, com tampa de tamanho adequado a verdura e forre o fundo com papel toalha. Coloque uma camada de folhas e cubra com outra camada de papel toalha. Faça camadas intercaladas de folhas e papel toalha finalizando com uma camada de papel toalha, para que a tampa não encoste diretamente nas folhas.

Mantenha o pote tampado na parte baixa da geladeira (entre 5oC e 10oC), pois o ar muito frio pode “queimar” os folhosos.

Os legumes e as frutas podem ser acondicionados em potes, de plástico ou vidro, com tampas ou em sacos plásticos limpos e também devem ser colocados na parte baixa da geladeira.

Mas lembre-se sempre de guardar verduras, legumes e frutas, de preferência, inteiros, pois depois de partir a durabilidade é reduzida.

4º passo: Monte a sua salada

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada - Monte

Agora que você já tem tudo higienizado, rapidinho você monta a sua salada!

Tente montá-la, no máximo, um dia antes de consumi-la, pois ela ficará mais fresquinha e saborosa! Utilize primeiro as hortaliças que estragam com mais facilidade como os folhosos com talos mais finos ou legumes e frutas mais maduras! E sempre monte sua salada em um pote separado do restante da sua refeição. Coloque os legumes/frutas no fundo do pote e por cima as verduras, pois assim você não amassa as folhas!

Leia também: Aprenda a fazer a salada no pote!

5º e último passo: Tempere a salada somente quando for comê-la!

5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada - Tempere somente na hora de comer

Nunca tempere sua salada muito tempo antes de consumi-la. Isso fará com que ela murche e perca água, ficando com um aspecto “feio” e pouco saborosa e apetitosa!

Tempere sua salada somente na hora que você for comê-la! E utilize azeite e temperos naturais como limão, cheiro verde, orégano, manjericão, alho desidratado, cebola, alecrim! Evite temperos e molhos industrializados!

Agora é só saborear a sua salada e bom apetite!

Referências

http://www.aromasesabores.com/2014/02/como-lavar-higienizar-e-armazenar-ervas.html

http://reinoveggie.com.br/economia-como-conservar-folhas-na-geladeira/

http://www.conquistesuavida.com.br/noticia/higienizacao-das-folhas-5-passos-para-uma-salada-livre-de-impurezas_a455/1

www.nutrichefbrasilia.com.br/dicas-saudaveis/como-higienizar-frutas-e-verduras.html

Luengo, R.F.A. e Calbo, A.G. Armazenamento de hortaliças. Ministério da agricultura, agropecuária e abastecimento. Brasília: Embrapa Hortaliças, 2001. 242p.

Priscila Tomaz Nutricionista

Priscila Tomaz

Nutricionista | CRN 9-12812

Apaixonada pela nutrição. Tem um brilho no olhar em poder ajudar as pessoas a melhorar a qualidade de vida e a alcançar seus objetivos. Tem para si que alimentar-se é mais que nutrir o corpo. É, também, relacionar-se com o emocional e o comportamental. Tem como objetivo mostrar que a nutrição não é um conjunto de regras com vários tabus e sim uma ciência que leva em consideração a pessoa como um todo, sua individualidade, sua personalidade, sua cultura. Que alimentar-se bem é simples e deve ser um prazer e não uma tortura ou terrorismo.

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Viçosa desde 2012 e pós-graduada em “Nutrição e exercícios aplicados à prevenção e ao tratamento de doenças” pela Universidade Estácio de Sá desde 2014.

Veja todos os posts de Priscila Tomaz