19 . out . 2017 Dicas para o dia a dia  

Batata é legume ou verdura? Nenhum dos dois!

Batata é legume ou verdura

Nós nutris passamos uma situação… Em um dado momento da consulta, nós perguntamos como está o consumo de legumes e verduras do paciente. Tem aqueles que logo dizem que não comem nada disso, tem os que dizem que adoram uma salada, mas tem uma parcela ENORME que diz que gosta muito de uma cenoura, uma batatinha…

E aí vem o pisca alerta na nossa cabeça: “BATATA NÃO É LEGUME, NEM VERDURA!”

E essa frase sai da nossa boca quase no automático. Nós temos esse conceito da batata não fazer parte do grupo dos legumes bem “enraizado” na nossa cabeça…

Mas por que será que a população ainda carrega a dúvida de “Batata é legume ou verdura?”

Começando: vamos aprender a diferenciar as hortaliças?

É, esse é o real nome do grupo de alimentos que engloba os legumes, as verduras e as raízes: HORTALIÇAS.

  • As hortaliças folhosas são chamadas de verduras. Por quê? Ora, o nome já dá a pista né?! As folhas das plantas, normalmente concentram a maior parte da clorofila dos vegetais, e por isso apresentam a coloração verde. Logo, verdura.
  • Já os legumes, são a parte da planta que não são folhas. Como os frutos, os caules, as flores, as sementes…
  • E as raízes são chamadas de tubérculos.

Mas pra falar bem a verdade, a forma mais certinha de distinguir esses alimentos é pelo teor de carboidratos que eles apresentam. E aí o grupo das hortaliças fica dividido em A, B ou C.

Hortaliças A: Aproximadamento 5% de carboidrato

As hortaliças A são aquelas que contém o menor teor de carboidratos (aproximadamente 5%). As folhas são a grande maioria desse grupo. Mas entram aqui também, aquelas hortaliças que contém muita água, como a cebola, a berinjela, o pepino… Também entram as flores, como o brócolis e a couve-flor.

Hortaliças B: 5-10% de carboidrato

Já as hortaliças B contém um teor um pouco maior de carboidrato, chegando a 10%. E entram nesse grupo: cenoura, chuchu, quiabo, vagem, beterraba, abóbora…

Hortaliças C: 20% de carboidratos, aproximadamente.

Nesse grupo já estão as hortaliças com os maiores teores de carboidrato de maneira geral. (20%, aproximadamente). E são as raízes ou tubérculos, como dito anteriormente. Então, todos os tipos de BATATAS, o aipim (mandioca, macaxeira), o inhame, o cará…

Popularmente, todo vegetal que precisa passar por alguma cocção acaba sendo chamado de legume.

Talvez por isso uma boa parte da população considere que os tubérculos sejam legumes também.

Mas se você parar pra pensar, 100g de batata cozida tem o equivalente de carboidrato de 100g de arroz cozido ou 100g de macarrão cozido. São 20g de carboidrato por 100g de algum desses alimentos.

E é exatamente por isso que Nutricionistas consideram BATATA um cereal e não um legume. Ou chamamos de grupo dos carboidratos, sendo parte desse grupo o arroz, as massas, os pães, as farinhas e farelos e os tubérculos.

E aí? Continua achando que comer batata todo dia já preenche a necessidade de legumes e verduras? Sabia que o ideal é que consumíssemos 5 porções ao dia de legumes, verduras e frutas?

Aprenda aqui algumas dicas para incorporar as hortaliças A e B (agora você já sabe 😉 ) no seu jantar por exemplo: 10 dicas fáceis para consumir mais legumes e verduras no jantar

Referências

DE ANDRADE GONCALVES, Edira Castello Branco. Análise de alimentos: uma visão química da nutrição. Livraria Varela, 2006.

nutricionista debora dias cabral

Débora Dias Cabral

Nutricionista | CRN 4-12100272

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) em 2012 e Mestre em Saúde Pública na subárea de Epidemiologia pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) desde 2015.

Defende o conceito ampliado de saúde. Muito além da ausência de doenças, a saúde é o bem estar físico, social e emocional. Os alimentos são essenciais para suprir essas esferas.

 

Veja todos os posts de Débora Dias Cabral