07 . nov . 2017 Dietas  Mudança de Hábitos  

Supere as dietas da moda e conquiste uma vida mais saudável e feliz

supere as dietas da moda

Perguntas sobre dietas da moda estão sempre presente quando atendo em consultório. Alguns questionam se aquela dieta funciona mesmo ou não, se comer arroz engorda, se retirar um ou outro alimento ajuda a emagrecer… entre diversas outras dúvidas.

Se você é uma das pessoas que ouviu falar nas dietas da moda, como a Dukan, Low carb, Low fat, DASHLow-Carb e High Fat, Jejum Intermitente e assim por diante, e indagou se elas realmente são dietas efetivas, não se desespere! Vamos entender porque as dietas da moda estão tão presente nas nossas vidas.

Os hábitos de saúde das mulheres brasileiras

Uma pesquisa realizada pelo Ibope (2011) sobre hábitos de saúde e consumo da mulher brasileira relata que:

  • 40% das mulheres fazem dieta constantemente¹
  • 35% do total de questionados buscam constantemente perder alguns quilos¹

O Ministério da Saúde (2014) afirma que entre 63 mil pessoas entrevistadas, cerca de 38 mil pessoas consomem alimentos com maior teor de gordura diariamente². Ou seja, 60% tem o hábito de consumir esses alimentos todos os dias.

Por que as temos tanta vontade de cortar caminhos e fazer as dietas da moda?

Os veículos de mídia nos apresentam dietas milagrosa, rápidas, eficazes, sem efeitos colaterais ruins. Todavia a maior parte dessas divulgações funcionam com base em um mercado de compra e venda. Assim, atingir as pessoas está muito mais relacionado com lucro do que saúde.

É necessário entender que essas divulgações das dietas da moda vão mostrar parcialmente a verdade sobre elas.

O termo dieta, também, muitas vezes é confundido com hábito de vida. Segundo dicionário de língua portuguesa³ a palavra dieta significa:
1.Regime alimentar (ex.: o médico aconselha uma dieta saudável aos doentes, dieta vegetariana).
2. Abstenção de alguns ou de todos os alimentos.

Ao invés de um estilo de vida, dieta muitas vezes estão associadas a restrições alimentares periódicas (em quantidade e fontes alimentares) o que não é nada saudável. Uma pessoa com hábitos de vida saudáveis deve ter uma alimentação equilibrada, contendo TODOS os grupos de alimentos regularmente.

Além do que, fazer dieta desacelera o nosso metabolismo e engorda! Isso mesmo! Fazer dieta engorda! Quer saber por que e como? Leia a nossa matéria: Fazer dieta desacelera o metabolismo e engorda!

Lembre-se também: o que funcionou para o “fulano” não é necessariamente o que vai funcionar para você. Cada corpo tem um único organismo que funciona e se adapta de maneiras diferentes.

Não entre na linha dos extremos ou absolutos! Use a singularidade que seu corpo e metabolismo oferece para o seu bem, mantendo hábitos de vida saudáveis e equilibrados! Tenha profissionais de saúde que te acompanhem e possam te aconselhar no melhor para você.

Reeducação alimentar é o caminho para um emagrecimento saudável e uma vida equilibrada. Confira 7 dicas para você iniciar a sua reeducação alimentar ainda esse ano! 

Referências

1. IBOPE Mídia. Hábitos de saúde e consumo da mulher brasileira.03/03/2011. Acessado em: http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/Paginas/IBOPE%20M%C3%ADdia%20revela%20h%C3%A1bitos%20de%20consumo%20da%20mulher%20brasileira.aspx

2. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Pesquisa Nacional de Saúde. 2014. http://www.brasil.gov.br/saude/2014/12/levantamento-analisa-habitos-alimentares-dos-brasileiros

Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/dieta [consultado em 03-11-2017].

Alvarenga, M.,Antonaccio, C.,Timerman, F.,Figueiredo, M. Nutrição Comportamental. São Paulo. Editora Manole, Jun 7, 2016.

nutricionista Flávia Nishimura Bueno

Flávia Nishimura Bueno

Nutricionista | CRN 3-51024

Busca atender o paciente de forma humanizada, com foco na prevenção e promoção da saúde, conciliando com os objetivos e necessidades do paciente.
A nutrição possui importância integral na saúde, seja em um individuo ou em um grupo populacional. Ela está presente desde os primeiros até os últimos momentos de vida,sendo um dos “relacionamentos” mais longos que se poderia ter.
Acredita que a reeducação alimentar é uma chave para atingir o objetivo desejado e mantê-lo. trabalho feito em parceria com a nutricionista e o paciente.

“A nutrição está apenas ligada ao que alimenta o corpo, mas também o coração.”

Veja todos os posts de Flávia Nishimura Bueno