Iogurte com probióticos diminui fatores de risco cardiometabólicos

consumo de iogurte diminui fatores de risco cardiometabólicos

consumo de iogurte diminui fatores de risco cardiometabólicos Laticínios estão presentes na alimentação da maior parte dos brasileiros e suas versões de baixa gordura são frequentemente associadas com uma dieta saudável. Um estudo recente publicado no American Journal of Clinical Nutrition realizado por pesquisadores ingleses e iranianos mostrou que o iogurte com probióticos diminui fatores de risco cardiometabólicos, contribuindo para a melhora do perfil lipídico e sensibilidade à insulina de mulheres com sobrepeso e obesidade, juntamente com um programa de perda de peso. Vamos entender como foi o estudo?
Objetivo dos pesquisadores:

Comparar os efeitos de um iogurte desnatado convencional x iogurte desnatado com probióticos em relação ao peso corporal, gordura abdominal, metabolismo dos carboidratos e gorduras em mulheres acima do peso em um programa de perda de peso de 12 semanas.
O que são probióticos?

São microrganismos vivos que, consumidos em determinadas quantidades, trazem benefícios ao ser humano, como aumento de resistência a infecções gastrointestinais, melhora de perfil lipídico e melhora do sistema imune. Alguns estudos indicam que eles podem estar associados ao controle de ganho de peso, melhora da sensibilidade à insulina e redução de LDL. Nós já falamos sobre isso AQUI.
Confira o infográfico abaixo sobre o estudo:

Infográfico sobre o Estudo: Iogurte com probióticos diminui fatores de risco cardiometabólicos As participantes foram selecionadas dentro de uma clínica de emagrecimento, onde passaram por um programa de perda de peso de 12 semanas. Ao mesmo tempo, consumiram o iogurte conforme o esquema acima. Elas também foram encorajadas a praticar exercícios físicos (1 hora por dia, 5 vezes na semana).
O que os pesquisadores descobriram?

Peso: reduziu nos dois grupos, sem diferenças significativas entre eles.
Circunferência abdominal: diminuiu nos dois grupos, também sem diferenças significativas entre eles.
Perfil lipídico: colesterol total, LDL e triglicerídeos reduziram e o HDL aumentou nos dois grupos. No entanto, o colesterol total e o LDL reduziram de forma mais significativa no grupo que recebeu iogurte desnatado com probióticos.
Metabolismo da glicose: melhorou nos dois grupos, mas a resistência à insulina teve melhores resultados no grupo que recebeu iogurte desnatado com probióticos.
Resumindo:

Iogurte desnatado com probióticos pode ser uma aliado na melhora do perfil lipídico e no metabolismo da glicose, melhorando a sensibilidade à insulina. No entanto, estudos maiores e com mais tempo de acompanhamento são necessários para entender melhor esses efeitos. Se você não restrições ao consumo de leite, converse com seu nutricionista para avaliar os benefícios de incluí-lo na sua alimentação, especialmente versões adicionadas de probióticos. Referência: Madjd A, Taylor MA, Mousavi N, Delavari A, Malekzadeh R, Macdonald IA, et al. Comparison of the effect of daily consumption of probiotic compared with low-fat conventional yogurt on weight loss in healthy obese women following an energy-restricted diet: a randomized controlled trial. Am J Clin Nutr. 2015.
Por Natali Carol Fritzen Nutricionista – CRN 8/8432