30 . maio . 2017 Drinks  Prevenção e Saúde  Receitas e Delícias  

Kombucha: o que é e como fazer?

kombucha

A busca pela saúde está cada vez mais aumentando em todo o mundo, e para isso muitas pessoas buscam soluções alternativas para a prevenção e cura de doenças. Ainda pouco conhecido no Brasil, mas muito utilizado nos Estados Unidos, o kombucha, é um produto utilizado para prevenção e tratamento de algumas doenças.

O que é o Kombucha?

O kombucha é uma bebida fermentada e comumente caseira, composta por uma combinação de culturas simbióticas, como bactérias e leveduras, geralmente preparadas no chá preto ou verde com açúcar. É gaseificado, com sabor refrescante, adocicado e ao mesmo tempo levemente ácido, por isso é uma alternativa para a substituição do refrigerante.

As cepas de bactérias e leveduras do kombucha se alimentam do açúcar. Assim, ocorre a fermentação, o que torna o chá um alimento probiótico, prevenindo a colonização de bactérias indesejáveis no intestino e controlando a invasão de agentes infecciosos.

Benefícios do Kombucha

O kombucha é conhecido pelos seus efeitos medicinais por grande parte da resposta imune do organismo estar ligada ao intestino. Entre os benefícios que encontramos nessa preparação estão a redução de problemas inflamatórios, alergias e deficiências nutricionais, melhora da resistência ao câncer, prevenção de doenças cardiovasculares, melhora do intestino e sistema digestivo, estimula a imunidade e auxilia no processo de emagrecimento por melhorar a absorção de macro e micronutrientes.

Segunda a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), não existem relatos sobre os benefícios para a saúde autorizadas para esses produtos (chás), e ainda faltam estudos suficientes que comprovem todos os seus benefícios ou desvantagens, porém na prática clínica a bebida tem entregue bons resultados.

Assim como outros alimentos, o kombucha, é apenas uma alternativa para todos esses benefícios, mas é necessário manter uma rotina com atividade física e uma dieta equilibrada para uma vida com mais saúde.

CUIDADO COM O CONSUMO EM EXCESSO!

Lembra daquela história de que tudo em excesso faz mal? O kombucha também entra nessa lista! Na sua composição encontramos vitaminas do complexo B e cafeína, e o seu consumo em grandes quantidades pode levar a pessoa ao vício, por aumentar a disposição, e isso não é interessante para a saúde, portanto o consumo de 200ml por dia já é suficiente para trazer os benefícios esperados.

Onde comprar o Kombucha?

Agora que você já sabe um pouquinho sobre o kombucha deve estar se perguntando onde encontrar essa bebida, né?! O kombucha pode ser encontrado pronto, mas o mais comum é produzir em casa.

A história diz que o kombucha não deve ser comprado, e sim doado, e se você tiver dificuldade em encontrar alguém para doar, existem comunidades de kombucheiros nas redes sociais, como facebook, e lá alguns disponibilizam as cepas, chamadas de scoby, para doação e receitas. Mas, se você achar melhor comprar, também encontramos na internet e custa em torno de R$ 45,00.

O preparo é simples e fácil, mas precisa de muita higiene, pois não podemos esquecer que são micro-organismos vivos que estamos manuseando.

Receita de Kombucha

Ingredientes

  • 1 litro de água filtrada
  • 5 gramas de chá preto ou verde
  • 50 gramas de açúcar cristal ou mascavo
  • 100 ml de kombucha pronto
  • 1 scoby (colônia mãe)
  • Suco de frutas

Modo de preparo

Em uma panela ferva a água, acrescente o açúcar e espere diluir. Desligue o fogo, acrescente o chá e tampe a panela por 10 a 15 minutos. Coe com um pano fino e deixe esfriar. Em um vidro esterilizado adicione o kombucha pronto, a preparação realizada e o scoby e tampe com um tule e elástico para evitar que entre bichinhos.

Mantenha no vidro de 5 a 10 dias, dependendo da temperatura ambiente. Se estiver em dias quentes pode ser consumido em 5 dias, se estiver dias frios deve dar mais tempo para que ocorra a fermentação.

Depois de fermentado basta coar novamente e tomar o líquido. O que sobrar na peneira você utilizará para fazer uma nova fermentação com o mesmo processo acima.

Conforme for passando o tempo de utilização do kombucha, as cepas vão aumentando, e daí já está na hora de doar!

Atenção! Existem contraindicações no seu uso, portanto antes de consumir consulte seu nutricionista para saber mais.

Referências

Aprenda a fazer a bebida probiótica kombucha. Disponível em: https://estilo.uol.com.br/vida-saudavel/noticias/redacao/2016/11/29/aprenda-a-fazer-a-bebida-probiotica-kombucha.htm. Acesso em: 18/05/2017.

Dufresne, C. Farnworth, E. Tea, Kombucha, and health: a review. Food Research International, Volume 33, Issue 6, July 2000, Pages 409–421

Greenwalt, C. J. Steinkrus, K. H. Ledford, R. A. Kombucha, the Fermented Tea: Microbiology, Composition, and Claimed Health Effects. J. Food Prot., Vol. 63, No. 7

Kombucha: “refrigerante” à la Bela Gil é livre de conservantes e corantes. Disponível em: https://estilo.uol.com.br/vida-saudavel/noticias/redacao/2016/11/29/kombucha-refrigerante-a-la-bela-gil-e-livre-de-conservantes-e-corantes.htm

Foto de capa: http://www.sugarpickles.com/basics-kombucha-learned-listen-gut/

Laís Bolela

Nutricionista | CRN8-8548

Formada em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná desde 2013 e atua como nutricionista clínica e esportiva com foco em controle alimentar e redução de peso.
Prezo pela saúde e qualidade de vida em todos os meus atendimentos, pois acredito que cada ser humano é único e precisa de um tratamento individualizado e personalizado.

Veja todos os posts de Laís Bolela