Nutri, é verdade que jantar engorda?

jantar engorda

Com certeza você já ouviu alguém dizer que jantar engorda, não é mesmo? Que é melhor fazer um lanche à noite. Mas alguma vez você parou para pensar no porquê disso? Será que realmente é verdade? Você vai engordar se jantar? Ou vai emagrecer se não jantar?

Vem cá, vamos descobrir de uma vez se jantar engorda!

A verdade é que tanto jantar comida quanto substituí-la por um lanche pode auxiliar no ganho, na manutenção ou na perda de peso.

Sim! A escolha dos alimentos consumidos e a quantidade é o que fazem toda a diferença! Além do que, o que conta não é somente uma refeição e sim o que você come durante o dia todo, sabia?

Então quer dizer que posso jantar a noite? Sim!

Mas é preciso ter alguns cuidados com essa refeição!

  • Tenha um jantar colorido, completo, leve, composto por alimentos in natura ou minimamente processados, em grande variedade, que devem ser a base da sua alimentação.
  • Escolha alimentos fontes de vitaminas e minerais, como os legumes e as hortaliças; de carboidratos, como o arroz, o macarrão; e de proteínas, como as carnes magras e o feijão.
  • Evite frituras e alimentos gordurosos, e se quiser alguma sobremesa, prefira uma fruta.
  • Evite alimentos ultraprocessados, como biscoitos recheados, salgadinhos “de pacote”, refrigerantes e macarrão “instantâneo”.
  • Cuidado com a quantidade consumida, respeite sua fome e saciedade e não exagere nas porções. – Aqui está a pegadinha de quem troca a janta pelo lanche e emagrece, o que aconteceu porque, provavelmente, quando jantava, comia grande quantidade e depois que passou a lanchar, começou a ingerir um lanche simples, sem exagero.
  • Coma com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e com companhia de familiares, amigos ou outros.

Quais são os alimentos in natura ou minimamente processados?

Os alimentos in natura são aqueles obtidos diretamente de plantas ou de animais e não sofrem qualquer alteração após deixar a natureza.

São eles: frutas, legumes, verduras, raízes, tubérculos, ovos e leite.

Já os minimamente processados são alimentos in natura que, antes de sua aquisição, foram submetidos a alterações mínimas, que não envolvam agregação de sal, açúcar, óleos, gorduras ou outras substâncias ao alimento original.

São eles: grãos secos, polidos e empacotados ou moídos na forma de farinhas, raízes e tubérculos lavados, cortes de carne resfriados ou congelados e leite pasteurizado.

Portanto, escolha água, leite e frutas ao invés de refrigerantes, bebidas lácteas e biscoitos recheados. Não substitua a comida feita na hora por produtos industrializados prontos, como sopas “de pacote”, macarrão “instantâneo”, pratos congelados prontos para aquecer, entre outros.

Jantar engorda? - Processamento dos Alimentos - Alimentos in natura, minimamente processados e ultraprocessados

 

O Guia Alimentar para a População Brasileira traz exemplos da composição do jantar de brasileiros que baseiam sua alimentação em alimentos in natura ou minimamente processados. Dá uma olhada:

8 ideias para um jantar saudável

Jantar engorda? - Arroz, feijão, fígado bovino e abobrinha refogada

Arroz, feijão, fígado bovino e abobrinha refogada | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Arroz, feijão, carne moída com legumes

Arroz, feijão, carne moída com legumes | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Alface, tomate, arroz, feijão, omelete, mandioca de forno

Alface, tomate, arroz, feijão, omelete, mandioca de forno | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Arroz, feijão, peito de frango, abóbora com quiabo e compota de jenipapo

Arroz, feijão, peito de frango, abóbora com quiabo e compota de jenipapo | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Arroz, feijão, coxa de frango, repolho, moranga e laranja

Arroz, feijão, coxa de frango, repolho, moranga e laranja | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Salada de folhas, macarrão e galeto

Salada de folhas, macarrão e galeto | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Sopa de legumes, farinha de mandioca e açaí

Sopa de legumes, farinha de mandioca e açaí | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Jantar engorda? - Salada de folhas, arroz, feijão, ovo e maçã

Salada de folhas, arroz, feijão, ovo e maçã | Fonte: Guia alimentar da População Brasileira

Repare que todas as refeições acima apresentam legumes e verduras, sejam crus, na forma de saladas ou cozidos e refogados juntamente ao arroz e feijão ou até em sopas, que também são opções saudáveis e nutritivas para o jantar.

Para aprender sobre os caldos e sopas e como fazer um saudável para o seu jantar, confira a matéria Sugestões de caldos e sopas saudáveis para aquecer o seu inverno!

Mas nutri, eu tenho dificuldade em comer legumes e verduras no jantar!

Então, dá uma olhadinha nesse artigo e aprenda 10 dicas incríveis para consumir mais legumes e verduras no jantar.

Referências

Desmitificando dúvidas sobre alimentação e nutrição: material de apoio para profissionais de saúde. Ministério da Saúde. Universidade Federal de Minas Gerais. – Brasília: DF – Ministério da Saúde, 2016. Disponível em: <http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/desmistificando_duvidas_alimentacao.pdf> Acesso em: 24 Ago 2017.

Guia alimentar para a população brasileira. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. 2. ed. Brasília, 2014. 156 p. Disponível em: < http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/05/Guia-Alimentar-para-a-pop-brasiliera-Miolo-PDF-Internet.pdf>. Acesso em: 24 Ago 2017.

Fabíola Natália R. e Silva

Fabíola Natália R. e Silva

Nutricionista | CRN 1-10555

Apaixonada pela nutrição e pelos benefícios que ela traz a saúde, bem estar e qualidade de vida, minha missão é auxiliar na reeducação alimentar e mudança de hábitos, fazendo com que as pessoas acreditem e comprovem que uma alimentação saudável pode sim ser saborosa, resgatando o prazer em se alimentar, sem culpa nem restrições severas, com comida de verdade, alcançando uma alimentação equilibrada. Luta por uma nutrição eficiente, sem terrorismos nutricionais, com clareza, em busca do equilíbrio de corpo e mente, resultando em uma vida saudável e prazerosa.

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub) desde 2014, pós-graduanda em Nutrição Materno-infantil pela Estácio desde 2016 e atua como nutricionista clínica e em saúde coletiva.

Veja todos os posts de Fabíola Natália R. e Silva