Porque seguir um Plano Alimentar Individualizado feito especialmente para você?

plano alimentar individualizado

O funcionamento do corpo humano, naturalmente, segue regras que se aplicam a todo mundo: precisamos comer para ficarmos vivos e precisamos de uma boa variedade de nutrientes, por exemplo. Mas cada ser humano é único e por isso você precisa de um plano alimentar individualizado!

Somos diferentes tanto fisicamente quanto “internamente”.

Ainda bem, não é mesmo? Um mundo cheio de gente igual não ia ter graça!

Mas o que isso significa? Que se o funcionamento é parecido, mas com detalhes diferentes e portanto a alimentação de uma pessoa deve ser diferente da outra.

Por exemplo:

  • um indivíduo de 1,90m de altura provavelmente precisa de mais energia do que um de 1,60m, visto que ele tem mais “corpo” para nutrir.
  • Uma mulher amamentando precisa de mais energia nessa fase da vida (já parou para pensar que produzir leite requer energia?), mas quando não estiver amamentando essa necessidade diminui.

Mas não é só a quantidade de energia (calorias) que varia de pessoa para pessoa. Muitos outros aspectos podem ser diferentes: a quantidade de vitaminas e minerais necessárias varia em cada fase da vida e entre sexos, por exemplo. Por isso, elas precisam de um plano alimentar específico desenvolvido para elas!

Além das questões acima, temos outras que devem ser consideradas na alimentação de cada pessoa e que devem ser levadas em conta ao montar um plano alimentar individualizado:

Gostos Pessoais

De que adianta seguir uma dieta rica em laticínios se você não gostar de tomar leite?

Hábitos Culturais

Sua família tem o hábito de comer feijoada aos sábados, você espera ansiosamente por esse momento a semana toda, mas na sua “dieta” não tem feijoada. E agora? Vai ter que ficar sem?

Rotina Diária

Você achou uma dieta na internet que orienta comer iogurte como lanche da tarde, mas você precisa se deslocar a pé constantemente durante o dia e não tem como deixar o iogurte refrigerado. Não vai dar certo, não é? É por isso que um plano alimentar precisa levar em conta como são os seus horários e deslocamentos ao longo do dia.

Exercícios Fïsico

Dependendo de cada exercício (natação, musculação, futebol…) e de sua duração, os alimentos recomendados antes e depois são diferentes. Isso tem muita relação com o desempenho nos treinos.

Doenças

Diabetes, hipertensão, doença renal crônica, doença celíaca são só alguns exemplos de problemas de saúde que exigem cuidados específicos na alimentação. Indivíduos portadores de doenças sempre devem procurar um nutricionista pois muitas vezes os cuidados alimentares são tão importantes quanto o uso de medicamentos.

Objetivo Físico

Você quer ganhar massa muscular e resolveu seguir o mesmo plano alimentar da sua amiga (que precisa emagrecer)? Errado! A alimentação precisar ser completamente diferente!

Motivos não faltam para você correr fazer um plano alimentar individualizado!

É por causa desses inúmeros motivos que a dieta do amigo, do conhecido da academia ou da internet não funciona: ela não foi feita para as suas especificidades. E pior: talvez não tenha sido nem feita por um nutricionista.

É muito arriscado pôr a sua saúde em risco seguindo dietas de outras pessoas. O nutricionista estudou, no mínimo, quatro anos sobre o funcionamento do corpo, doenças e sobre os alimentos para poder criar um plano alimentar para você. E ele é o único profissional que pode prescrever um dieta, sabia?

Então agora já sabe: você merece um plano alimentar individualizado, pois não há ninguém nesse mundo igual a você!

Natali Carol Fritzen

Nutricionista | CRN 8-8434

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2012, Natali procura impactar a vida de pessoas por meio de sua profissão. Já realizou residência multiprofissional em Atenção Hospitalar na área de concentração Saúde do Adulto e do Idoso no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2015.

Veja todos os posts de Natali Carol Fritzen