21 . jun . 2017 Dicas para o dia a dia  Rotina Alimentar  

10 lanches low carb práticos para levar ao trabalho

lanches low carb

Uma das maiores dificuldades de quem está em busca de uma reeducação alimentar é variar os lanches durante as refeições principais. Geralmente, as opções mais comuns são frutas, iogurtes e bolachas, não é? Para quem busca emagrecimento ou segue uma dieta low carb, pode ser interessante priorizar lanches low carb – lanchinhos intermediários com pouco carboidrato, o que não é o caso da maior parte das frutas e bolachas.

Selecionamos 10 lanches low carb práticos para consumir no trabalho ou onde estiver durante o dia!

Mix de oleaginosas

lanches low carb - mix de oleaginosas

Você encontra misturas prontas em lojas de produtos naturais ou em supermercados. Ou pode comprar vários tipos de nuts e fazer seu próprio mix. A gente dá algumas sugestões:

12 amendoins sem sal + 4 castanhas de caju sem sal + 4 pistaches
ou
2 castanhas do Pará + 8 amêndoas + 4 nozes

Lascas de coco

lanches low carb - lascas de coco

O coco é uma fruta de baixo carboidrato e rica em fibras e gorduras, que promovem saciedade. Você pode comprar o coco e quebrá-lo em pedacinhos em casa ou comprar as lascas de coco embaladas em lojas de produtos naturais. Só não vale com açúcar, ok?

Azeitonas

lanches low carb - azeitonas

Sim, azeitonas, por que não? São ricas em gorduras boas (é daí que vem o azeite de oliva). Só procure lavá-las antes de consumir para tirar o excesso de sódio.

Ovos de codorna

lanches low carb - ovos de codorna

Assim como as azeitonas, devem ser lavados para retirar o excesso de sódio. Ou você pode cozinhar ovo de galinha e levar de lanche também.

Queijos amarelos

lanches low carb - queijo amarelo

Para quem segue dietas de baixo carboidrato, boa parte da energia do dia vem de gorduras. Nesse caso, os queijos amarelos são mais ricos nesse nutriente e contêm pouquíssimo carboidrato.

Iogurte natural

lanches low carb - iogurte

Procure iogurtes que contenham apenas leite integral e fermento lácteo como ingredientes.

Abacate

lanches low carb - abacate

É um fruta rica em gorduras boas e baixa em carboidrato. Você pode consumir com canela para dar um sabor diferente.

Chips de provolone

lanches low carb - lascas de provolone

É possível encontrar pronto em algumas lojas de produtos naturais, mas também pode fazer em casa: é só dispor fatias finas em uma travessa com papel toalha, temperar com ervas que preferir e levar ao micro-ondas até que endureçam (cerca de 3 minutos). Depois que resfriar, você terá chips de provolone crocantes e deliciosos.

Tomate cereja

lanches low carb - tomate cereja

É fácil de carregar e, misturado com um fio de azeite de oliva e orégano, fica um lanche delicioso!

Sementes de abóbora

lanches low carb - sementes de abóbora

É um snack rico em proteínas e prático de carregar. Você também encontra em lojas de produtos naturais e até em supermercados.

 

Esses alimentos, além de serem pobres em carboidrato, tem outro aspecto em comum: todos esses lanches low carb são comida de verdade, ricos em nutrientes e sem aditivos químicos.

Para saber se um alimento pode ser inserido nos seus lanches, não tenha preconceitos e abra a cabeça para novas possibilidades: pode até ser que os lanches acima sejam pouco convencionais, mas se você gosta e, principalmente, são saudáveis, porque não consumir? Muito melhor do que aquela bolachinha que se diz integral, mas é ultra processada e não nutre de verdade!

Gostou das nossas sugestões? Se você segue uma alimentação low carb, dá uma olhada nesse post aqui com receitas bem bacanas!

ATENÇÃO:

A redução de carboidratos (Low carb) é uma estratégia nutricional que pode ser benéfica para alguns casos específicos, ou seja, não significa que vai funcionar para qualquer pessoa. É importante ressaltar que a restrição de carboidrato a longo prazo pode ter efeitos contrários ao desejado, causando um estresse no metabolismo que leva a perda de massa muscular e acúmulo de gordura.

Podem surgir sintomas como fraqueza, tontura, indisposição, irritação e outros. O aumento de proteínas também pode prejudicar o funcionamento dos rins. Por isso, essa dieta não é indicada para todas as pessoas, especialmente para diabéticos, portadores de pressão alta, doenças renais, para mulheres em aleitamento materno e para a maioria dos atletas.

Consulte um nutricionista para orientar uma alimentação balanceada e equilibrada para você!

Saiba mais sobre o efeito das dietas restritivas no nosso corpo na matéria Fazer dieta desacelera o metabolismo e engorda!

Natali Carol Fritzen

Nutricionista | CRN 8-8434

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2012, Natali procura impactar a vida de pessoas por meio de sua profissão. Já realizou residência multiprofissional em Atenção Hospitalar na área de concentração Saúde do Adulto e do Idoso no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2015.

Veja todos os posts de Natali Carol Fritzen