Hortaliças: A melhor forma de higienização e armazenamento!

higienização de hortaliças

Quando pensamos em ter uma alimentação saudável, logo já sabemos que é importante o consumo das hortaliças (legumes e verduras), porém bons hábitos de higienização e armazenamento ajudam a evitar doenças causadas por microrganismos, incluindo as bactérias e parasitas.

Veja abaixo o passo a passo de como higienizar e armazenar suas hortaliças:

1. Ao realizar as compras, observe a cor e a textura destes alimentos.

Evite comprar em grandes quantidades, pois são produtos que apresentam pouca durabilidade mesmo sob refrigeração;

2. Limpe a pia ou a superfície que você irá manipular os alimentos.

Corte e elimine qualquer parte danificada ou “machucada” dos legumes e verduras, pois as bactérias podem aumentar nesses locais;

3. Lave bem as hortaliças

Lave bem os legumes um a um, em água corrente e potável tirando os resíduos com as mãos e se necessário, utilize uma bucha limpa e macia para a higienização. No caso das verduras, lave folha por folha.

4. Deixe de molho

As hortaliças também devem ficar de molho numa solução clorada (recipiente de vidro ou plástico): Usar 1 colher de sopa/10 ml de água sanitária para um litro de água limpa e deixar por 15 minutos. Observe as instruções de uso na embalagem. Posteriormente enxágüe em água corrente e potável para retirar o excesso de cloro e possíveis sujeiras e deixe escorrer.

Os legumes e verduras que serão cozidos não devem ficar de fora dessa etapa de higienização, pois mesmo com o cozimento eles não ficam isentos de contaminação.

Os produtos utilizados na higienização devem ser aqueles que constam no rótulo a descrição de que podem ser usados para alimentos e não devem ter cheiros nem outro tipo de produto.

Não use detergente ou sabão comum. Nos supermercados você pode encontrar o hipoclorito de sódio, para sua utilização verifique as recomendações de uso dos fabricantes.

O vinagre não ajuda a eliminar as bactérias, apenas auxilia a eliminar a terra e os insetos das hortaliças, assim como ajuda a eliminar o cheiro da solução clorada.

Veja também: 5 passos para levar salada na marmita de maneira descomplicada (e economizar tempo!)

5. Após a higienização, utilize uma centrífuga (ou secadora) de salada.

Ela retira toda a umidade, o que ajuda muito a conservar esses alimentos!

6. Armazene os legumes com casca, pois esta protege a polpa, retardando a deterioração.

Para melhor conservação, armazene as hortaliças em recipientes, como caixas plásticas forradas com papel toalha ou sacos plásticos específicos ou potes de vidro, e mantenha-as sob refrigeração, de preferência na última gaveta da geladeira, pois são alimentos mais sensíveis às temperaturas da parte superior.

Aprenda a armazenar outras hortaliças

  • Abobrinha: por ser muito frágil, não se pode guardar durante muito tempo na geladeira – no máximo 2 semanas, desde que acondicionada em um recipiente de vidro ou plástico ou saco plástico. O mesmo vale para berinjela e brócolis.
  • Alho, cebola e cebolinha: armazene em local fresco e escuro.
  • Batatas: armazene em local fresco, arejado, seco e escuro, como em um canto da despensa.
  • Cenoura: corte o topo da cenoura e guarde na geladeira em um recipiente fechado.
  • Chuchu: o ideal é consumir o chuchu logo após a compra. No entanto, ele pode ser guardado na gaveta da geladeira por 3 ou 4 dias.
  • Couve, escarola, mostarda, rúcula: essas hortaliças podem ser conservadas até por 1 semana, se as folhas forem guardadas inteiras (sem retirar os talos), acondicionadas na gaveta da geladeira, dentro de recipiente de vidro ou plástico ou saco plástico.
  • Mandioquinha: deve ser guardada em um lugar arejado ou na geladeira, na parte inferior, na gaveta de hortaliças, onde resiste a, pelo menos, duas semanas de armazenamento.
  • Tomates: lave e enxugue bem os tomates, e guarde na gaveta inferior da geladeira, evitando que fiquem mofados, garantindo-lhes assim bom estado de conservação.
  • Pimentas: armazene em temperatura ambiente e mantenha-a livre de umidade até a hora de usar.
  • Pimentão, quiabo: coloque em recipiente de vidro ou plástico ou saco plástico e acondicione na geladeira, na gaveta inferior.
  • Rabanete: retire as folhas, cortando bem rente à raiz. Lave os rabanetes, coloque em recipiente de vidro ou plástico ou saco plástico e guarde na gaveta inferior da geladeira.
  • Repolho: O repolho pode ser guardado na gaveta da geladeira por 8 a 10 dias, pois tem uma boa resistência. Mas é preciso ter o cuidado de, antes, retirar as folhas de fora se observar que estão murchas ou rasgadas. Em seguida, coloque num recipiente de vidro ou plástico ou saco plástico e guarde na gaveta inferior da geladeira.
  • Manjericão (e outras ervas): Coloque o manjericão em um copo de água, como um pequeno ramo de flores. Você pode cobrir o topo com um saco plástico ou toalha de papel umedecido para bloquear a umidade.
  • Cará, inhame: Podem ser mantidos em local seco, arejado e ao abrigo da luz, por algum tempo, sem perder suas propriedades. Não é aconselhável guardar na geladeira, pois podem deteriorar mais rapidamente.
Referências

PORTARIA 2619/11 – SMS – Publicada em DOC 06/12/2011 SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ABASTECIMENTO DE BELO HORIZONTE. Higiene Armazenamento e Conservação de alimentos.. Belo Horizonte, 2010. http://posto7.com.br/hortalicas.htm

Mirelli Dantas Andrade

Nutricionista | CRN 3-41051

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo desde 2013, especializada em Nutrição Esportiva pela Faculdade Integrada AVM desde 2015 e em Informática em Saúde pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) desde 2016. Possui aprimoramento profissional em nutrição clínica pela Faculdade de Saúde Pública – USP. Atua como consultora de Nutrição, oferecendo hábitos mais saudáveis para que a qualidade de vida e produtividade seja prioridade para empresários.

Veja todos os posts de Mirelli Dantas Andrade