19 . set . 2018 Para mulheres  Vitaminas e Minerais  

Como aliviar a cólica menstrual? A alimentação certa pode te ajudar!

Como aliviar a cólica menstrual? A alimentação certa pode te ajudar!

Chegou aquele período do mês! E lá vem a marrrrrdita cólica! Nós mulheres sabemos como é doloroso, incômodo, chato… Bateu o desespero, e você está procurando desesperadamente como aliviar a cólica menstrual? Saiba que a alimentação pode dar uma amenizada na cólica! Se liga nessas dicas que vamos dar hoje!

Antes de mais nada, o que é a cólica menstrual?

A cólica menstrual é um distúrbio ginecológico definido como dor no baixo ventre antes e/ou durante a menstruação e tem um nome técnico, que é “dismenorreia”.

Esse nome vem do grego, já da época de Hipócrates, que descrevia as dores da menstruação como uma consequência de fluxo estagnado ou obstrução cervical, logo, dismenorreia significa “fluxo menstrual difícil”, vulgo: cólica maRdita!!!

De maneira geral, as dores ocorrem devido a contrações desordenadas da musculatura do útero, aumento de alguns sinalizadores de inflamação local (prostaglandinas) e os outros efeitos também estão associados às alterações hormonais (aumento do estrogênio).

Você sabia que:

  • 50-70% das mulheres tem ou já tiveram cólicas uterinas ao longo da vida?
  • 10% das mulheres tem o tipo de cólica menstrual incapacitante, ou seja, não conseguem nem realizar seus afazeres diários durante esse período?
  • 50% das mulheres que têm cólicas também têm: náuseas, vômitos, fadiga, nervosismo, cefaleia, vertigem, lombalgia (dor na lombar) e diarreia?

Claro que podem ter outros motivos que causam cólica no baixo ventre, então é importante estar com as consultas ao ginecologista em dia para, assim, descartar outros problemas de saúde que poderiam gerar dores na região!

Como aliviar a cólica menstrual? A alimentação pode ajudar!

Bom, sabemos que hábitos de vida podem influenciar no funcionamento do organismo e por se tratar de um processo fisiológico do corpo feminino, uma boa alimentação pode fazer com que a menstruação ocorra de maneira mais “branda”.

Pode parecer clichê, mas o primeiro passo é ter uma alimentação saudável!

O que não comer para aliviar a cólica menstrual

Foi feito um estudo comparando os hábitos alimentares de universitárias. Eles observaram que as universitárias que faziam um consumo regular de alimentos processados, açucarados e salgados tiveram uma chance 4 vezes maior de terem cólicas moderadas à severas.

Ou seja, ter um padrão alimentar voltado para alimentos processados pode ser um fator de risco para ter dores mais fortes no período menstrual. Então, fuja de snacks e fast foods!

O que comer para aliviar a cólica menstrual

Alguns nutrientes têm papéis importantes quando falamos de cólica.

Aqui tem uma tabela super completa com os nutrientes mais pesquisados quando o assunto é cólica X alimentação. Listei o papel deles e os alimentos fontes desses nutrientes, para que você possa inseri-los na sua alimentação e ajudar a amenizar as dores desses dias.

Nutriente Efeito Fontes
MAGNÉSIO Diminui a produção de prostaglandinas (responsáveis pela sinalização de inflamação e dor local). Reduz espasmos musculares.
  • Farelo de trigo
  • Semente de abóbora
  • Oleaginosas
  • Linhaça
  • Aveia
  • Gergelim
VITAMINA B6 Correção do metabolismo hormonal. Permitir aporte de Magnésio dentro da célula. Diminuição de dor por atuar na produção de aminas do Sistema Nervoso Central
  • Feijões
  • Nozes
  • Ovos
  • Carnes
  • Peixes
  • Cereais integrais
CÁLCIO Papel na regulação das contrações musculares, deixando-as menos desordenadas.
  • Leite e derivados
  • Folhosos verdes escuros
  • Linhaça
  • Gergelim
  • Sardinha
  • Chia
  • Amêndoas
ÔMEGA 3 Efeito antinflamatório, diminuindo inflamação local e dor.
  • Salmão
  • Sardinha
  • Linhaça
  • Chia
VITAMINA E Propriedades analgésicas e antinflamatórias.
  • Milho
  • Azeitona
  • Folhosos verdes
  • Óleos vegetais
  • Gérmen de trigo

Conheça mais alguns alimentos antiinflamatórios: Inclua os alimentos antiinflamatórios na sua rotina e previna doenças

Como aliviar a cólica menstrual? Consuma Mel e Gengibre!

Um estudo comparou o uso de mel com o de ácido mefenâmico, um remédio potente para cólicas. Perceberam que a intensidade das dores foi igual para os dois grupos. Ou seja, o mel teria o mesmo efeito no alívio da dor, quanto o ácido mefenâmico.

O gengibre tem efeito hemorrágico e antiemético. Lembra que Hipócrates dizia que dismenorreia é “fluxo difícil”? O gengibre ajudaria o sangue a fluir mais facilmente e o poder antiemético pode aliviar enjoos e vômitos.

Melhor ainda é fazer um chá de gengibre com mel nos dias de cólica! Todos os efeitos já mencionados e alívio de inchaços!

Um resumo de como aliviar a cólica menstrual!

Não tem muito mistério! Consuma com regularidade:

  • alimentos integrais
  • grãos integrais
  • folhosos
  • carnes magras
  • peixes gordos
  • azeite
  • sementes.

Caso você ainda não esteja consumindo esses alimentos com frequência, uma suplementação pode ser necessária, visando o aporte das vitaminas, minerais ou ácidos graxos. Procure sua Nutricionista ou Ginecologista para dosá-los e prescreve-los.

Referências

IKEDA, Fábio; SALOMÃO, Antônio Jorge; RAMOS, L. O. Dismenorréia primária. RBM, v. 56, n. 12, p. 215-25, 1999.

FARAHANI, Ë. Leila Amiri et al. Comparison of the effect of honey and mefenamic acid on the severity of pain in women with primary dysmenorrhea. Archives of gynecology and obstetrics, v. 296, n. 2, p. 277-283, 2017.

NAJAFI, Nastaran et al. Major dietary patterns in relation to menstrual pain: a nested case control study. BMC women’s health, v. 18, n. 1, p. 69, 2018.

PATTANITTUM, Porjai et al. Dietary supplements for dysmenorrhoea. The Cochrane Library, 2016.

nutricionista debora dias cabral

Débora Dias Cabral

Nutricionista | CRN 4-12100272

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) em 2012 e Mestre em Saúde Pública na subárea de Epidemiologia pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) desde 2015.

Defende o conceito ampliado de saúde. Muito além da ausência de doenças, a saúde é o bem estar físico, social e emocional. Os alimentos são essenciais para suprir essas esferas.

Veja todos os posts de Débora Dias Cabral