Leite de saquinho é mais saudável que o de caixinha? Listamos as vantagens de cada um deles!

Leite de saquinho é mais saudável que o de caixinha? Listamos as vantagens de cada um deles!

O leite e seus derivados (manteiga, iogurte, queijo) são alimentos frequentes no dia a dia das famílias. Mas, são tantas opções de leite para escolher no mercado, que é normal ficarmos confusos! Será que o Leite de saquinho é mais saudável que o de caixinha? Listei as vantagens e desvantagens de cada um deles, vem ver!

Benefícios do Leite

O leite e seus derivados são:

  • fontes de proteínas, cálcio e vitamina D: atuam na formação dos ossos
  • fontes de vitaminas do complexo B: importantes para o cérebro
  • fontes de vitamina A: importante para a visão e a pele
  • fontes de Lactobacillus: probióticos importantes para a flora intestinal.

Qual a diferença entre o leite de saquinho e o leite de caixinha?

Em relação a quantidade de gordura presente no leite, ambos são classificados em:

  • integral (3% de gordura)
  • semi desnatado (0,6% a 2,9% de gordura)
  • e desnatado (menos que 0,5% de gordura).

A diferença principal entre o leite de saquinho e o leite de caixinha está no tratamento térmico que o leite passa na indústria, que tem o objetivo de reduzir os microorganismos patogênicos (causadores de doenças) e garantir um produto de qualidade para o consumidor.

Leite de saquinho

O leite de saquinho passa pelo processo de pasteurização, é aquecido até 75ºC durante aproximadamente 15 segundos, e resfriado rapidamente.

Esse processo mata a maior parte das bactérias causadoras de doenças, e conserva os Lactobacillos que são bactérias benéficas para a saúde.

O leite de saquinho deve ser mantido sob refrigeração, e tem validade de 3 a 5 dias. Após aberto deve ser consumido em até 3 dias.

Leite de Caixinha

O leite de caixinha, conhecido como leite longa vida, passa pelo processo UHT (Temperatura Ultra Alta). Neste caso o leite é aquecido a uma temperatura de 130ºC e 150ºC por 2 a 4 segundos, e resfriado rapidamente a 32ºC.

Nesse processo todas as bactérias são eliminadas, inclusive as probióticas que são benéficas para a saúde!

Por isso a validade do leite é maior, de aproximadamente 4 meses, e não necessita ficar sob refrigeração nas prateleiras do mercado. No entanto após aberto deve ser conservado na geladeira e consumido em até 3 dias.

Leite de saquinho é mais saudável que o de caixinha? Confira as vantagens e desvantagens de cada um deles!

LEITE DE SAQUINHO

LEITE DE CAIXINHA

Tratamento Térmico Pasteurização (75ºC) por 15 segundos UHT (Temperatura Ultra Alta) (130ºC e 150°C) por 2 e 4 segundos
Bactérias Elimina as bactérias patogênicas no entanto conserva as bactérias benéficas (Lactobacillus) Elimina todas as bactérias, tanto as patogênicas como as benéficas (Lactobacillus)
Validade antes de aberta a embalagem 3 a 5 dias sob refrigeração Não necessita de refrigeração, validade de 4 meses
Nutrientes Conserva parte das vitaminas (complexo B, vitamina D e Cálcio), proteínas e açúcares Não conserva as vitaminas, no entanto elas podem ser adicionadas no leite pela indústria
Conservantes Sem adição de conservantes Com adição de conservantes

Leia também: Você sabia que o intestino é considerado nosso segundo cérebro?

Agora que você já sabe que o Leite de saquinho é mais saudável que o de caixinha, qual levar para casa depende das suas idas ao mercado!

Se você vai ao mercado com frequência a melhor opção seria o leite de saquinho, que apesar da validade menor ainda conserva parte dos nutrientes e não tem adição de conservantes. Não esqueça de mante-lo sob refrigeração e ficar atento a validade!

Mas se você não vai ao mercado com tanta frequência a opção seria o leite UHT.

Não esqueça que após aberto tanto o leite de saquinho quanto o leite de caixinha devem ser mantidos sob refrigeração e consumidos em até 3 dias! Uma dica para minimizar o consumo de aditivos e conservantes é ficar atento ao rótulo do produto, principalmente na parte de ingredientes, e escolher marcas de confiança!

Que aprender a analisar o rótulo dos alimentos? Nós ensinamos tudo aqui!

Referências

Neves, L.N.O; Silva, P. H. F, Oliveira M. A. L. Determinação Espectofotométrica de WPNI e HMF em leite UHT através da análise por componentes principais. Quim. Nova, Vol. 39, No. 6, 741-747, 2016.

C.G.F. Araújo; A.H.N. Rangel; H.R. Medeiros; C.G. Mendes; M.R. Abrantes; E.S. Sousa, J.B.A. Silva. Avaliação qualitativa do leite pasteurizado tipo A, B, e C comercializado em Natal, RN. Arq. Inst. Biol., São Paulo, v.79, n.2, p.283-286, abr./jun., 2012.

Silva, R. O. P. Leite UHT ou Pasteurizado: afinal, qual tem os melhores preços? Análises e indicadores do agronegócio. v. 11, n. 9, setembro 2016.

Taís Milene Calvetti

Taís Milene Calvetti

Nutricionista | CRN3-48522

“Ser nutricionista é ter a oportunidade de mudar a vida das pessoas para melhor, estimulando hábitos de vida saudáveis através de uma alimentação equilibrada e de qualidade. É enxergar o paciente como um todo, considerando seu bem estar emocional, físico, mental e cultural, e principalmente suas características individuais ao elaborar o plano alimentar.”

Formada em Nutrição pela Universidade Federal do Paraná em 2011. Cursou Residência multiprofissional em Nutrição Clínica, Eixo Oncologia e Hematologia pelo Hospital de Clínicas da UFPR em 2014. Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional pelo Instituto Valéria Paschoal em 2017.

Veja todos os posts de Taís Milene Calvetti