03 . ago . 2018 Dietas  Refletindo com a Nutri  

Os 11 erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho

Os 11 erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho

Você já decidiu emagrecer por si só, seguindo dicas dos blogs, redes sociais, blogueiras fitness, ou dos amigos e vizinhos? Ou até perdeu peso naquele momento, mas não conseguiu manter depois, voltando a engordar novamente? Você cometeu alguns erros sem saber! Por isso não alcançou o resultado desejado! Então, para não cair mais nessas pegadinhas, confira, a seguir, os 11 erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho!

Os 11 erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho

1. Fazer uma dieta restritiva

Esse é o primeiro dos erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho! A maioria das pessoas querem perder peso com rapidez (esquecem que o peso extra não apareceu do dia para a noite…) e, para isso, fazem uma dieta restritiva.

Mas essas dietas não funcionam! Vou repetir: essas dietas não funcionam!

95% das pessoas que perdem peso com dietas restritivas voltam a engordar e, às vezes, ganham mais peso do que tinham antes de começar a dieta.

Por quê? Porque é muito difícil conseguir manter esse tipo de alimentação por muito tempo e fazer ele se tornar um estilo de vida. Além de que a restrição pode levar a compulsão alimentar!!! Não faça dietas restritivas!

Se você está considerando fazer, pare tudo e leia esse post: Cuidado com as dietas restritivas!

2. Seguir a dieta da moda

As dietas da moda são perigosas, pois não levam em consideração a individualidade das pessoas e geralmente são feitas sem acompanhamento de um nutricionista.

Também, podem desacelerar o metabolismo e engordar! Lembre-se que o que funciona para uma pessoa não irá necessariamente funcionar para a outra, também. Portanto, não siga dietas da moda nem a dieta da revista, do blog ou dos amigos, vizinhos!

3. Usar diuréticos e laxantes

CUIDADO! Utilizar diuréticos e laxantes não ajuda a emagrecer e pode trazer prejuízos à saúde. Eles não interferem na gordura do corpo, e sim fazem a pessoa perder água, sais minerais, eletrólitos (como o sódio, potássio, magnésio).

O seu uso pode levar a desidratação, ao não absorvimento correto dos nutrientes e outras complicações. Eles só devem ser utilizados sob indicação médica, ok?

4. Ir na onda dos shakes emagrecedores

Os famosos shakes emagrecedores têm quantidade reduzida de calorias, porém podem levar a deficiência de vitaminas e minerais, trazendo problemas no fígado e deficiências nutricionais se consumidos por longo período.

Além disso, favorecem o aumento da ansiedade e a perda de massa muscular, água e minerais no lugar de gordura, dificultando o emagrecimento saudável. Listamos 5 motivos para você não usar shakes emagrecedores!

Ah, e ainda por cima são caros! Que tal gastar esse dinheiro em frutas e verduras?

5. Usar medicamentos “emagrecedores”

Eles trazem efeitos colaterais, como insônia, taquicardia, enjoos, entre outros, além de que podem causar dependência e desequilíbrio entre os hormônios de fome e saciedade.

E o mais importante… só funcionam enquanto você está tomando!

Se você parar com o medicamento e não mudar seus hábitos alimentares, o peso todo tende a voltar e até ficar maior do que era antes! Você não quer isso, né?

 6. Pesar-se todos os dias

Se você se pesa todos os dias, isso pode aumentar a sua ansiedade e levar ao sentimento de frustração, te desmotivando a seguir as pequenas mudanças alimentares no dia a dia.

Se pesar todos os dias também faz com que você leve em conta apenas o valor da balança, ao invés de observar o seu próprio corpo mudando no espelho, ou naquela calça que voltou a caber, por exemplo.

Caso queira se pesar, faça isso no máximo uma vez na semana ou quinzenalmente e defina um mesmo dia da semana e horário. Evite se pesar logo após ter cometido excessos na alimentação.

A melhor forma de acompanhar seu emagrecimento saudável é avaliar sua quantidade de gordura e massa magra corporal por meio da avaliação física por adipômetro ou exame de bioimpedância.

7. Definir metas inalcançáveis

Definir metas (mensais, quinzenais, semanais) é muito importante e ajuda bastante a alcançar seus objetivos. Mas, evite criar metas perfeitas ou inalcançáveis, pois elas podem te desmotivar! Muito melhor do que a perfeição, é você conseguir mudar aos poucos, dentro da sua realidade e possibilidade…

Por exemplo, você gosta muito de refrigerante e decide parar de beber de uma vez – o que poderíamos pensar que seria a meta ideal – mas vai ser bem difícil, não é? O melhor seria diminuir aos poucos a quantidade e a frequência, até conseguir deixar o refrigerante apenas para ocasiões especiais, excepcionalmente, entende?

Ensinamos a criar metas para sua reeducação alimentar nessa matéria!

 8. Achar que você não é capaz

Esse erro não parece ser um dos erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho, mas acredite, ele é!

Muitas pessoas querem emagrecer, começam a mudar sua alimentação para melhor, mas não acreditam que são capazes e, por consequência, tem pensamentos desmotivadores e sabotadores. E o que acontece? Elas desistem!

Mas, se você não acreditar em você, quem vai acreditar por você!? Acredite, você pode sim emagrecer!

9. Consumir bebida alcoólica em excesso

O álcool tem um valor energético alto, isso quer dizer que ele é bem calórico! Então, quando consumido em excesso, aumenta consideravelmente as calorias diárias consumidas! Se estamos falando de uma cervejinha então, provavelmente ainda vem acompanhada por frituras.

Consumir bebida alcoólica em exagero atrapalha o processo de emagrecimento e até facilita o excesso de peso e a obesidade.

10. Fazer uma atividade física que não gosta

A atividade física é uma ótima aliada para o emagrecimento e traz muitos benefícios, por isso sua tamanha importância no emagrecimento saudável.

Você pratica alguma atividade, porém as desculpas para não ir (dificuldade em acordar cedo, ou cansaço após a faculdade ou trabalho) tem estado sempre presentes? Devo te dizer que provavelmente você não gosta tanto dessa atividade…

Então, busque uma atividade física que você ame, que te dê prazer! Assim será muito mais fácil ter ânimo e disposição para praticá-la!

Outra dica é fazer atividades em grupo. O compromisso que você assume com o grupo muitas vezes é suficiente para fazer você levantar a bunda do sofá e ir até lá!

Se você tem dúvidas, converse com um educador físico para te indicar quais as melhores opções para você.

 11. Achar que reeducação alimentar traz pouco resultado

Esse é um dos erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho, e está muito ligado ao erro número 8 com uma pitada do querer tudo pra já!

A reeducação alimentar é o caminho para o emagrecimento saudável e duradouro! Ela deve feita gradualmente e sem data para terminar, pois é para toda a vida!

Deve ser baseada na alimentação saudável, sem restrições severas ou corte de grupos alimentares, mudando seu estilo de vida.

Procure um nutricionista para um acompanhamento individual e personalizado! Cuide da sua saúde!

Agora que você aprendeu os 11 erros mais comuns de quem tenta emagrecer sozinho, que tal começar a levar um estilo de vida mais saudável e garantir que nenhum desses erros faça mais parte da sua vida? 🙂

Referências

Diuréticos e laxantes não ajudam a perder gordura. Conselho Regional de Farmácia do Estado do Pará. Disponível em: <http://www.crfpa.org.br/sitesed/tp8/index.php?p=&tipo=noticia&id=12912977044186569> Acesso em: 13 Jul 2018.

Nutri, quando vai me passar um remédio para emagrecer? Energié Nutrição Avançada. Disponível em: <https://energienutricao.com.br/blog/remedio-para-emagrecer> Acesso em: 13 Jul 2018.

Supere as dietas da moda e conquiste uma vida mais saudável e feliz. Energié Nutrição Avançada. Disponível em: <https://energienutricao.com.br/blog/blogsupere-as-dietas-da-moda-e-conquiste-uma-vida-mais-saudavel-e-feliz> Acesso em: 12 Jul 2018.

Shakes Emagrecedores são alternativas saudáveis? Energié Nutrição Avançada. Disponível em: <https://energienutricao.com.br/blog/shakes-emagrecedores> Acesso em: 13 Jul 2018.

Fabíola Natália R. e Silva

Fabíola Natália R. e Silva

Nutricionista | CRN 1-10555

Apaixonada pela nutrição e pelos benefícios que ela traz a saúde, bem estar e qualidade de vida, minha missão é auxiliar na reeducação alimentar e mudança de hábitos, fazendo com que as pessoas acreditem e comprovem que uma alimentação saudável pode sim ser saborosa, resgatando o prazer em se alimentar, sem culpa nem restrições severas, com comida de verdade, alcançando uma alimentação equilibrada. Luta por uma nutrição eficiente, sem terrorismos nutricionais, com clareza, em busca do equilíbrio de corpo e mente, resultando em uma vida saudável e prazerosa.

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub) desde 2014, pós-graduanda em Nutrição Materno-infantil pela Estácio desde 2016 e atua como nutricionista clínica e em saúde coletiva.

Veja todos os posts de Fabíola Natália R. e Silva