fbpx
19 . fev . 2019 Comportamento Alimentar  

Comer transtornado: será que você sofre com esse comportamento?

Comer transtornado: será que você sofre com esse comportamento?

A insatisfação corporal, a globalização e a socialização são características que tem aumentado cada vez mais a quantidade de transtornos alimentares. Já falamos um pouquinho sobre transtorno alimentar nesse artigo, e agora vamos falar sobre o comer transtornado, um comportamento que pode levar à um transtorno alimentar.

O que é o comer transtornado?

O comer transtornado é caracterizado por comportamentos não saudáveis relacionados à comida, que geralmente se desenvolve por conta da insatisfação corporal. Ele não é classificado como um transtorno alimentar, mas muitas vezes esse tipo de comportamento pode acabar desenvolvendo algum tipo de transtorno alimentar.

Normalmente a prevalência é maior em mulheres jovens e é considerado como epidemia entre jovens e adolescentes.

Quais os comportamentos do comer transtornado?

Os comportamentos relacionados com o desenvolvimento desse distúrbio são algumas práticas inadequadas para a saúde, como:

  • Restrição alimentar
  • Compulsão alimentar
  • Práticas purgativas, ou seja, o uso de laxantes
  • Ficar muito tempo sem comer
  • Pular refeições necessárias
  • Contar calorias em tudo que ingere
  • Praticar atividade física em excesso
  • Uso de remédios para emagrecimento sem acompanhamento médico
  • Fazer compensações na alimentação ou atividade física de forma exagerada

Comer transtornado pode ser a porta de entrada para outros distúrbios e transtornos alimentares

Além da chance de desenvolver transtornos alimentares, o comer transtornado também pode levar a outros distúrbios psicológicos, ao ganho de peso acelerado, a baixa autoestima, ao estresse e problemas com abuso de álcool e drogas.

Apesar da falta de critérios para se identificar esse distúrbio, uma pesquisa realizada no Brasil mostrou que 64% das mulheres universitárias tinham algum comportamento que se associasse ao comer transtornado, ou seja, a grande maioria estava sujeita ao desenvolvimento das consequências citas acima.

Entre os comportamentos alimentares apresentados, a grande maioria usou métodos compensatórios na dieta depois que comeu mais que o habitual ou depois de pular refeições.

Comer com consciência é a solução!

Por isso precisamos dar atenção ao nosso comportamento diante do alimento e colocar em prática o nosso comer consciente, que se você ainda não sabe o que é, pode conferir no artigo que escrevemos para você: Comer consciente: 5 dicas para incluir o mindful eating na sua vida!

O que sabemos é que esse tipo de comportamento pode prejudicar não só a estética, que é a maior busca, mas principalmente nossa saúde, seja ela mental, emocional ou corporal.

Referências

ALVARENGA, M. S. et al. Comportamento de risco para transtorno alimentar em universitárias brasileiras. Rev Psiq Clín. 2011;38(1):3-7. Departamento de Nutrição, Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Acesso em: 22 jan. 2019.

ALVARENGA, M. S. et al. Comer transtornado entre universitárias brasileiras. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 29(5):879-888, mai, 2013. Acesso em: 22 de jan. 2019 

O que é Comer Transtornado, problema alimentar que pode ser potencializado pelas redes sociais. Disponível em: https://saocamilo-sp.br/noticias/o_que_comer_transtornado_problema_alimentar_que_pode_ser_potencializado_pelas_redes_sociais. Acesso em: 22 de jan. 2019

Laís Bolela

Nutricionista | CRN8-8548

Formada em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná desde 2013 e atua como nutricionista clínica e esportiva com foco em controle alimentar e redução de peso.
Prezo pela saúde e qualidade de vida em todos os meus atendimentos, pois acredito que cada ser humano é único e precisa de um tratamento individualizado e personalizado.

Veja todos os posts de Laís Bolela