fbpx
27 . jun . 2018 Maternidade  

9 pontos essenciais para você ter uma alimentação saudável na gestação

9 pontos essenciais para você ter uma alimentação saudável na gestação

A gestação é um momento de muitas transformações e a geração de uma nova vida, um ótimo período para se ter uma alimentação mais saudável! Ter uma alimentação saudável na gestação beneficia a saúde da mãe e do bebê que está por vir, pois ele precisará de todos os nutrientes e condições para o seu desenvolvimento.

Benefícios de uma alimentação saudável na gestação

A alimentação saudável diminui os riscos de complicações na gravidez e auxiliar para se ter um ganho de peso adequado, sem doenças (como diabetes gestacional ou pressão alta) e evita desconfortos dessa fase, como náuseas, constipação intestinal, inchaço, entre outros. Também, já se sabe que a alimentação da mãe impacta nos hábitos alimentares e na saúde do bebê ao longo de sua vida.

Você quer ter uma gestação saudável mas não sabe por onde começar? Vou te ajudar com 9 pontos essenciais para que você possa aproveitar todos os benefícios de uma alimentação saudável na gestação!

9 pontos essenciais para você ter uma alimentação saudável na gestação!

São cuidados para você manter a saúde, do seu bebê e prevenir o ganho de peso exagerado.

1. Fracione as refeições

Faça pelo menos 3 refeições (café da manhã, almoço e jantar) e 2 lanches saudáveis por dia. Assim, você evita ficar de estômago vazio por tempo prolongado, evitando o risco de náuseas, vômitos, fraquezas ou desmaios.

 2. Beba água!

Entre as refeições beba água, pelo menos 2 litros (6 a 8 copos) por dia. Para hidratar o corpo e facilitar o bom funcionamento do intestino.

3. Coma comida de verdade!

Dê preferência aos alimentos em sua forma mais natural possível e aos integrais, pois possuem mais fibras, vitaminas e minerais. São exemplos de alimentos integrais: farinha integral, pão integral, aveia e linhaça.

4. Monte um prato colorido!

Consuma todos os dias legumes, verduras e frutas da época (pelo menos três porções por dia). São boas fontes de vitaminas, minerais e ­ fibras, são fundamentais para a formação saudável do feto e a proteção da saúde da gestante.

5. Deixe os industrializados de lado

Evite consumir refrigerante, suco industrializado, biscoitos recheados, doces, guloseimas e outros doces no seu dia a dia. O consumo muito frequente deles aumenta o risco de complicações na gestação, como excesso de peso, obesidade, diabetes gestacional e pressão alta. Outra dica legal é sentir o sabor real dos alimentos, evitando ou diminuindo a adição de açúcar.

6. Cuidado com o Sal

Diminua a quantidade de sal adicionada na comida e evite alimentos industrializados ricos em sódio, como presunto, salgadinhos, conservas, salsichas, entre outros. Não deixe saleiro na mesa. A recomendação de consumo de sal é de no máximo, uma colher de chá rasa (5g), por pessoa, distribuída em todas as refeições. O seu consumo excessivo aumenta o risco de pressão alta, doenças do coração e rins, além de causar ou piorar o inchaço na gravidez.

7. Utilize temperos naturais para temperar sua comida!

São eles: cheiro verde, alho, cebola, ervas frescas ou secas, limão, laranja, entre outros. Quando comprar produtos industrializados, observe a quantidade de sódio no rótulo e procure o com a menor.

Confira também os benefícios dos temperos naturais na matéria: Temperos Naturais: Use e abuse deles!

8. Tenha uma alimentação balanceada!

É importante incluir na sua alimentação carboidratos (pães, arroz, entre outros), leite e derivados (queijos, iogurtes), carnes, peixe ou ovos, saladas e frutas diariamente. É muito importante consumir todas as fontes alimentares, montando um prato saudável no almoço e jantar.

Quer saber como montar um prato saudável? Confira aqui!

9. Adicione o ferro ao seu dia-a-dia

Consuma diariamente alimentos ricos em ferro para evitar a anemia, como feijão, lentilha, grão-de-bico, carnes, folhas verde-escuras (brócolis, couve, rúcula), grãos integrais, castanhas e outros. Uma dica legal é consumir com alimentos fontes de vitamina C (como laranja, limão, acerola, goiaba, caju) para potencializar a absorção de ferro da refeição.

Cuide da sua saúde como um todo!

Lembre-se de acompanhar o seu ganho de peso gestacional e de praticar alguma atividade física, com orientação do educador físico. Evite consumir bebidas alcóolicas e fumar, pois, prejudicam a sua saúde e do seu bebê, podendo atrapalhar o desenvolvimento dele e aumentar o risco de nascimento prematuro.

Pronto! Agora é só ir definindo suas metas e mudando sua alimentação para melhor, aos poucos! Também é interessante procurar um nutricionista para um acompanhamento. Uma ótima gestação e saúde para você e seu bebê!

Referências

Passos para a alimentação saudável da gestante – Ministério da Saúde. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/promocao-da-saude/alimentacao-e-nutricao/10-passos-para-uma-alimentacao-saudavel/passos-para-a-alimentacao-saudavel-da-gestante> Acesso em: 4 Junho 2018.

Fabíola Natália R. e Silva

Fabíola Natália R. e Silva

Nutricionista | CRN 1-10555

Apaixonada pela nutrição e pelos benefícios que ela traz a saúde, bem estar e qualidade de vida, minha missão é auxiliar na reeducação alimentar e mudança de hábitos, fazendo com que as pessoas acreditem e comprovem que uma alimentação saudável pode sim ser saborosa, resgatando o prazer em se alimentar, sem culpa nem restrições severas, com comida de verdade, alcançando uma alimentação equilibrada. Luta por uma nutrição eficiente, sem terrorismos nutricionais, com clareza, em busca do equilíbrio de corpo e mente, resultando em uma vida saudável e prazerosa.

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub) desde 2014, pós-graduada em Nutrição Materno-infantil pela Estácio desde 2016 e atua como nutricionista clínica e em saúde coletiva.

Veja todos os posts de Fabíola Natália R. e Silva